Recopa entre Joinville e Joaçaba deve ser o pontapé inicial para a temporada do futsal em SC

Por Assessoria de Imprensa Joinville

• Joinville | SC

Crédito: Juliano Schimdt - Equipes se preparam para a disputa da Recopa SC, ainda sem data definida em função da pandemia da Covid-19.

O calendário 2021 do futsal em SC precisou ser adiado, mas deve começar com Recopa Santa Catarina Krona de Futsal. As duas primeiras partidas do ano já revelarão o primeiro campeão do Estado. O atual campeão catarinense, o Joinville busca superar o último vencedor da Recopa, o Joaçaba Futsal.


Segundo o presidente da Federação Catarinense de Futebol de Salão (FCFS), Marcio Leandro D’avila, o primeiro jogo aconteceria em Joaçaba, no dia 6 de março e a partida final estava marcada para 13 de março, no Centreventos Cau Hansen, em Joinville, mas devido a pandemia da Covid-19, o governo de Santa Catarina suspendeu todos os eventos. A FCFS ainda não divulgou novas datas para a competição.


“A Recopa é a competição que abre o calendário da Federação, por isso damos a ela um carinho especial e em 2021 não será diferente. Em 2020 não conseguimos realizar a Copa SC, então resolvemos convidar o Joaçaba Futsal, atual campeão da Recopa, para enfrentar o campeão estadual da série ouro, o Joinville. Em 2020, no nosso primeiro ano de mandato, demos visibilidade e organização às competições catarinenses e agora convidamos os amantes do futsal para acompanhar a Recopa Catarinense Krona 2021”, declarou Marcio Leandro D’avila.


Encontro dos campeões

Realizada pela Federação Catarinense de Futebol de Salão, em 2021 será a quarta edição da Recopa SC. Das três edições já realizadas, as equipes participantes deste ano já venceram duas delas. Na primeira edição, em 2014, o Joinville ficou campeão e em julho de 2020, o Joaçaba venceu a Recopa.


Em 2014, o time de Joinville foi o primeiro campeão da competição, contra a equipe do Caça e Tiro/Honolulu/Fundação Municipal de Esportes, de Lages, na Serra de Santa Catarina. No primeiro jogo no Ginásio Jones Minosso, em Lages, o Tricolor foi derrotado por 2 a 0. Na partida de volta, no Centreventos Cau Hansen, o JEC/Krona goleou o Caça e Tiro por 6 a 1 e se sagrou o primeiro campeão da Recopa SC.

Crédito: Juliano Schimdt - Daniel Júnior, técnico do Joinville, orienta a equipe a apostar na intensidade defensiva e inteligência no ataque para conquistar o título.

Saiba como os times da Recopa foram definidos

Tradicionalmente a Recopa SC é a disputa dos campeões do Campeonato Catarinense e o da Copa SC. Segundo a Federação Catarinense de Futebol de Salão, devido a pandemia da Covid-19, a Copa SC não foi disputada em 2020 e por esse motivo, a Federação convidou o atual campeão da Recopa SC, o Joaçaba, para enfrentar o Campeão Catarinense 2020, o Joinville.


Em partida realizada no dia 15 de dezembro, o Joinville venceu a Associação Futsal São Lourenço, no Ginásio Hamilton Linhares Cruz, em Balneário Camboriú e se sagrou pela sétima vez, campeão do Estado.


Na Recopa do ano passado, o Joaçaba também enfrentou um time do Norte do Estado, o São Francisco do Sul. A equipe do Meio Oeste Catarinense perdeu o primeiro jogo fora de casa por 5 a 3. Na partida de volta, no Centro de Eventos da Unoesc, em Joaçaba, a equipe da casa venceu no tempo normal por 3 a 2 e levou a partida para a prorrogação. No tempo extra, o Joaçaba venceu por 1 a 0 e se tornou campeão da Recopa SC 2020.


Confronto reedita Final do Campeonato Catarinense de 2019

O torneio deste ano pode servir como ‘troco’ aos torcedores do Joinville. Em 2019, pela final do Campeonato Catarinense, o Joinville perdeu para o Joaçaba no Centreventos Cau Hansen, em Joinville. Em 2021, as duas equipes estarão novamente frente a frente para mais uma decisão.


Preparação Joinville

Atual campeão catarinense, o Joinville se preparou para 2021 e a Recopa SC foi foco no desenvolvimento da equipe. O técnico do time, Daniel Júnior lembrou que antes mesmo de se adequar ao modo de jogo da equipe adversária, os atletas do JEC Futsal precisam estar no seu melhor, porque essa será a condição fundamental para o título. Daniel ainda exaltou a qualidade do adversário e afirmou que o Tricolor irá estudar “todos os pontos fortes do Joaçaba”.


Para 2021, o Joinville conseguiu manter boa parte do elenco da temporada passada e ainda trouxe reforços. Além de elogiar o atual grupo Tricolor, o técnico Daniel Júnior falou sobre a melhora dos atletas das categorias de base da equipe.


“Penso que o elenco está mais forte em função de três questões: a manutenção de grande parte do elenco de 2020, a contratação do Daniel e Evandro e a melhora significativa dos meninos das categorias de base. O elenco está melhor porque esses atletas são sensacionais, com muito foco no seu trabalhado, qualidade e um entendimento fora do comum”, afirmou o técnico.


Para tornar possível o título da Recopa SC em 2021, Daniel Júnior afirmou que a equipe precisará de disciplina na intensidade defensiva e inteligência no ataque. O treinador Tricolor reconheceu as qualidades dos comandados de Paulinho Sananduva, mas afirmou que a primeira taça do ano é necessária para os propósitos do clube.


“Ser campeão da Recopa, frente ao Joaçaba sempre bem treinado pelo Paulinho Sananduva, só é possível com grande disciplina na intensidade defensiva, inteligência ofensiva e a utilização de grande parte do elenco. Necessitamos vencer para que os propósitos do clube se concretizem, assim como tudo que o projeto envolve com apoiadores, torcida e investidores”, declarou o técnico do Joinville.


Em meio a pandemia da Covid-19, os clubes precisam adequar a preparação física e no Joinville isso não foi diferente. Segundo o preparador físico da equipe, João Carlos Romano, o Tricolor realizou várias sessões com todos os atletas juntos e conseguiu um progresso muito bom na preparação.


Para Romano, o fato do time manter a base do elenco de 2020 possibilitou o planejamento de aspectos que fizeram falta na última temporada. O preparador falou ainda que a intensidade dos treinos visa o início das competições do clube, “as sessões são intensas, visando um estágio ótimo para início das competições”.


Para o ala Xuxa, um dos líderes do Joinville, o fato do time ser o atual campeão Catarinense e uma das equipes mais tradicionais do Brasil traz uma responsabilidade muito grande. O atleta ainda lembrou que essa pressão motiva ainda mais os jogadores do Tricolor na busca de títulos pelo clube.

Crédito: Juliano Schimdt - Com base do elenco da última temporada, Joinville mantém entrosamento entre jogadores.

Segundo Xuxa, o fato do JEC Futsal manter a base do elenco da temporada passada, ajudou no entrosamento e nos trabalhos realizados pelo técnico Daniel Júnior. O atleta ainda informou que a pré-temporada de 2021 visou a Recopa SC e um título a nível estadual logo no início do ano.


“A Recopa é uma competição que dá título logo no início do ano, então a pré-temporada tem esse objetivo, buscar uma taça já no começo”, exaltou Xuxa.


Preparação Joaçaba

Devido a pandemia da Covid-19, a realização da Taça Brasil 2020, competição na qual o Joaçaba participou, aconteceu entre os dias 14 e 21 de fevereiro de 2021. Segundo o técnico da equipe, Paulinho Sananduva, por esse motivo, o início da temporada deste ano começou mais cedo, em 17 de janeiro.

Crédito: Mayelle Hall - Time do Joaçaba iniciou os treinos para a temporada mais cedo, em função do atual cenário de pandemia.

Com 12 novos jogadores e um elenco jovem, Paulinho destacou a dedicação dos atletas e a intensidade dos treinamentos. Para Sananduva, a preparação de uma competição de apenas dois jogos é diferente, mas pelo trabalho de todos até agora, o Joaçaba Futsal pode conquistar o bicampeonato, mesmo tendo como adversário o atual campeão catarinense.

“Serão dois jogos extremamente difíceis, tanto em casa como fora. A preparação para essa competição de dois jogos é bem diferente do que para um torneio mais longo. Precisa ser uma preparação bem específica, para não cometer erros, principalmente contra uma equipe qualificada como o Joinville”, disse Paulinho Sananduva.

Crédito: Mayelle Hall - Paulinho Sananduva, técnico do Joaçaba , destaca que a preparação para essa competição de dois jogos é bem diferente do que para um torneio mais longo.

Conforme o preparador físico do Joaçaba Futsal, Michel Petri Dalapria, antes mesmo do início dos trabalhos presenciais, os atletas da equipe já receberam alguns treinos, para se habituarem a filosofia de trabalho da equipe. Para Michel, o foco em 2021 foi a intensidade e as especificidades do futsal, “sempre buscamos manter a intensidade nos treinos, porque é a forma de como o futsal é jogado”, falou Michel.


Para o atleta Willian Nesi Levati, o ‘Peru’, o time está preparado para encarar esse desafio. Segundo ele, mesmo com a responsabilidade de defender o título da Recopa, não cabe ao Joaçaba Futsal suportar esse peso. Willian acredita que a competição terá dois grandes jogos, ainda mais pela rivalidade que cresceu nos últimos anos, entre o Joaçaba e o Joinville.


“Nós estamos preparados e focados nesta final para entrar na história. Eu acredito que serão dois grandes jogos, com bastante disputa, porque a rivalidade entre Joaçaba e Joinville vem crescendo nos últimos anos, com algumas disputas de títulos, como o estadual de 2019, então eu acredito sim, que podemos mais uma vez entrar para a história”, destacou Willian Nesi Levati.