Reconstrução: Família de atleta precisa de auxílio

Por Jornal Extra SC

• Caçador | SC


Devido a pandemia do novo coronavírus, os professores da Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo de Caçador, buscaram novas ideias e se reinventar para poder atender seus alunos e atletas, principalmente os que vivem em situação de vulnerabilidade social. Foi então que semanas atrás, eles se depararam com uma situação diferente no bairro Martello, na casa de uma das promessas do esporte caçadorense, a jogadora Chaiane Bruna da Silva, de 17 anos.


A diretora de esportes, Mara Celis Andrade Pagnussatt, explica que os professores criaram uma campanha para arrecadar alimentos e roupas para atletas e, após o recebimento de algumas doações, foram realizar as entregas. “Quando chegamos na casa da família da Chaiane, atleta de futsal e futebol, nos deparamos com uma situação bem crítica. Saindo de lá, pensamos em buscar ajuda para que de alguma forma pudéssemos melhorar a qualidade de vida daquela família e não apenas levar um alimento, pois o ambiente também não era adequado para preparação do mesmo”.

Crédito: Divulgação - Gilmar apresentou as condições da casa antes da demolição

Mara Celis ressalta que a situação foi apresentada ao diretor de Habitação, Ademar Nhoato e a assistente social de Habitação, Eunice Linhares Fleck, que prontamente atenderam ao chamado e foram conhecer a realidade da família. “Através dessa visita ficou decidido que a família iria fazer a limpeza total do terreno, e o desmanche da casa. Sendo assim, a Administração Municipal de Caçador através do Setor de Habitação ficou responsável por doar a madeira para que essa família pudesse construir uma nova casa no terreno. Também entramos em contato com todas as secretarias afins, e sociedade civil. Com isso iniciamos uma campanha de arrecadação de material de construção, doação de móveis, roupas de cama, louças, ou seja, tudo o que é necessário para uma família que vence todos os dias vários obstáculos”, comenta a diretora de esportes.


Na casa, que já foi demolida para dar lugar a um novo lar, residiam a mãe Denise da Silva, o pai Gilmar dos Santos, e quatro filhos, a atleta Chaiane, e os irmãos Michele, Sheila e a pequena Maria Eduarda (8 meses). Os pais no momento atuam com a coleta de lixo reciclável, mas Gilmar está a procura de um trabalho com carteira assinada. Além de tudo que precisam para viver com dignidade, a mãe Denise disse que sabe costurar, e que se algum cidadão caçadorense puder doar uma máquina de costura, mesmo que usada, ela poderá ajudar mais na renda familiar. A família disse também, que neste momento a pequena Maria Eduarda precisa muito do leite que consome diariamente, o Nestogeno 2.


Crédito: Divulgação - Denise mostrou nesta terça-feira (28) o terreno já limpo para a construção da nova moradia

“A atleta Chayane através de seu talento, poderá oferecer a sua família uma nova vida, uma nova oportunidade. E o que mais nos empolgou em ajudar essa família é força de vontade e motivação de todos para querer melhorar a sua situação e dar início a uma nova vida, ou seja, a uma nova realidade e realização de um sonho”, define Mara Celis.

Crédito: Divulgação - Fiação exposta e as frestas nas paredes deixavam o frio entrar

O reconhecimento da treinadora

Hoje aos 17 anos, Chaiane foi descoberta aos 13 anos pela treinadora de futsal feminino de Caçador, Carine Bosetti, durante um treinamento da Escola Hilda Granenamm de Souza (Caic), no bairro Martello. No início, muito tímida, envergonhada, mas com a bola no pé, a treinadora disse que a menina fazia chover, diz a treinadora.

Crédito: Divulgação - Atleta Chaiane ao lado da mãe e tia, contou um pouco a história da familia.

“Chaiane foi participar de um treino e no primeiro dia já encantou a todos. Convidei ela para fazer parte da equipe do município. Olhando para ela jogando, sabe-se que tem um futuro dentro do futsal, do futebol e do esporte, evoluiu bastante tecnicamente e psicologicamente. Foi se soltando ao longo do tempo, está se relacionando bem melhor com as pessoas, se expressa dentro do grupo. É uma menina espetacular. É um talento que estava no bairro Martello e que hoje através do esporte, já consegue ajudar sua família. Agora, com a ação da Secretaria de Esporte e da Prefeitura, estão ajudando a melhorar a condição de vida da família em relação a moradia, saneamento básico e demais necessidades. Para nós e para toda a família é um motivo de grande alegria e, pelo empenho da Chaiane, no futuro quem sabe ela poderá ajudar ainda mais, sendo uma atleta de ponta. Ela já é uma das principais atletas da base de Caçador, na maioria das competições que participamos ela é artilheira. É craque jogando e craque na vida também”, declarou Carine.

Crédito: Divulgação - Chaiane é artilheira na maioria das competições que participa por Caçador.

Contribuições

Quem deseja realizar contribuições de qualquer formato, alimentos, roupas, cama, mesa e banho, o Nestogeno 2 para a criança, pode levar as doações até a Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo de Caçador (Casa da Cultura), na rua Curitibanos (centro) ou ligar no 36662424 que alguém irá buscar.


É possível fazer a doação dos materiais de construção que serão utilizados para a construção da nova casa da família, confira também a forma de doação on-line:


https://vaka.me/1259335

PATROCINADORES E APOIADORES:

penalty
travel ace assistence
globo
sportv
globoesporte.com
lei do incentivo
secretaria especial do esporte
Confederação Brasileira de Futsal
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Confederação Brasileira de Futsal © Todos os direitos reservados.