Modalidades coletivas se unem para elaborar protocolo e tentar retorno em Goiás

Por Rafael Tomazeti

• Goiânia | GO

Crédito: William Rommel

Dirigentes das modalidades coletivas se uniram e formaram um grupo para elaborar um protocolo de segurança sanitária e apresentá-lo ao Comitê de Operações de Emergência (COE), buscando obter liberação para o retorno das atividades no estado.

No momento, o colegiado está coletando sugestões e condensando-as. A expectativa é que o protocolo possa ficar pronto até quarta-feira (16). "Tem alguns ajustes ainda", disse o presidente da Federação Goiana de Futebol de Salão (FGFS), Murilo Macedo.

Após elaborar o documento, o grupo agendará uma reunião para apresentá-lo ao COE. Com as medidas as mãos, os dirigentes esperam sensibilizar o colegiado para as reivindicações de retorno das modalidades.

Compõem o grupo, além de dirigentes do futsal, representantes do basquete, do handebol e do vôlei. Todas as modalidades estão paralisadas desde março, quando as medidas restritivas começaram a ser impostas para conter a disseminação do coronavírus Sars-CoV-2.