Marlon: "Podemos ter uma ótima temporada juntos e ser muito competitivos"

Por LNFS

• Madri | ESP



O Palma Futsal continua a trabalhar todos os dias à espera de poder disputar os seus primeiros amistosos ​​em preparação para a nova temporada que terá início no próximo mês. É uma longa pré-temporada, mais do que o normal. A equipe está trabalhando há um mês e ainda não disputou um amistoso, como os demais clubes. Ainda esta semana estava prevista o início da Primeira Divisão, mas a temporada está atrasada devido à situação atual e à falta de um protocolo oficial da federação que oriente os clubes nesta complexa jornada que o esporte enfrenta como qualquer outro. atividade de vida, em tempos de pandemia.


Apesar das circunstâncias, os jogadores trabalham muito para se adaptarem à forma de jogar que Antonio Vadillo pretende e aproveitam os treinos e este longo período para uma melhor afinação para chegarem nas melhores condições no início da competição.

Um dos poucos aspectos positivos desta longa pré-temporada é que os novos reforços têm mais tempo para se adaptar à equipe e às demandas de Antonio Vadillo. Um deles, Marlon, reconhece que este momento tem sido bom para ele encontrar o caminho e se adaptar ao seu novo clube: “Me sinto bem, acho que os companheiros estão me ajudando na medida do possível e estou muito feliz porque essa parada está sendo boa para minha adaptação, o que leva tempo. Essa pré-temporada está me ajudando porque estamos bem e estou colocando na cabeça coisas que podem ajudar a equipe ”, reconhece.

O brasileiro garante que essas semanas servem para confirmar o que ele supôs quando decidiu assinar pelo clube: “Eu vi antes, mas agora um pouco mais, e é a qualidade dos jogadores. Eles têm muita qualidade, é uma equipe que vem fazendo as coisas muito bem há muito tempo e agora vejo porque, todos se conhecem muito, sabem o que gostam e o que devem fazer, e essa qualidade ajuda muito ”, reconhece o brasileiro.

O jogador do Palma Futsal garante que “olhando para o início da temporada vejo muito bem a equipe, antes de vir pensava que ia para uma equipe competitiva e agora tenho muita certeza disso. No treino, todos estão lá lutando, tentando melhorar e tenho certeza que fui bem vindo para Palma. Acho que podemos fazer uma ótima temporada juntos e ser muito competitivos ”.

E sobre a incerteza quanto ao início da competição, o brasileiro declara que “é um pouco difícil” treinar tanto tempo sem uma meta de curto prazo, mas deixa claro que “temos que manter a cabeça na quadra para buscar melhorar, para buscar quando o campeonato começar vamos estar bem, estar muito bem treinados. Vamos ser competitivos e lutar para fazer grandes partidas dentro e fora de casa ”, finaliza.

PATROCINADORES E APOIADORES:

penalty
travel ace assistence
globo
sportv
globoesporte.com
lei do incentivo
secretaria especial do esporte
Confederação Brasileira de Futsal
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Confederação Brasileira de Futsal © Todos os direitos reservados.