Especial futsal feminino: conheça a história do Cianorte Futsal - Rainhas do Drible

Por Bianca Ramos - Rainhas do Drible

• Itanhaém | SP


As atuais campeãs da Libertadores tiveram que provar que o projeto tinha credibilidade e que valia a pena investir no futsal feminino


O Cianorte Futsal Feminino é uma equipe que pertence ao município do Paraná e iniciou o seu projeto na modalidade em 2010, porém, levando outro nome. Após trocas de dirigentes e comissões técnicas, o time passou a se estruturar cada vez mais e a crescer no esporte, alavancando a modalidade e a categoria feminina.


A equipe é a atual campeã da Libertadores da América e, juntando os tempos de C.A.F.E. Futsal e os de Cianorte Futsal, o time é pentacampeão paranaense, hexacampeão paranaense universitário, além de campeão universitário brasileiro, da Copa do Brasil, da Liga Nacional e da Supercopa


Conheça aqui a sua história.


“Precisávamos provar a todos que o projeto e as pessoas envolvidas no Cianorte Futsal tinham credibilidade”.

O Cianorte Futsal Feminino começou em 2018, porém, o projeto com a modalidade já existia desde 2010, com C.A.F.E. Futsal. No final de 2015, o antigo técnico se desligou da equipe e quem assumiu foi o treinador Cleverson Santana.


No ano seguinte, o clube enfrentava várias dificuldades administrativas e financeiras, e após trocas nas gestões, em 2018 com o professor Cleverson de treinador surgiu, então, o projeto Cianorte Futsal.


Para o treinador, as maiores dificuldades no início da equipe eram a de buscar patrocínios, convencer os patrocinadores que o futsal feminino tem visibilidade e “provar a todos que o projeto e as pessoas envolvidas no Cianorte Futsal tinham credibilidade”, disse ele.


Atualmente, o Cianorte Futsal se mantém através do apoio da Prefeitura, juntamente à Secretaria Municipal de Esportes e de algumas empresas patrocinadoras. “Temos parceria com a UNIPAR, com bolsas de estudos para as atletas, além de parcerias com fisioterapeuta, coach, coach esportivo, nutricionista e, para 2021, foi aprovado a lei de incentivo ao esporte federal”, acrescentou o treinador.


Cleverson contou, ao Rainhas do Drible, sobre o funcionamento da equipe. Segundo ele, o time faz um trabalho de rendimento onde as atletas treinam em dois períodos no ginásio de esportes Tancredo Neves e na academia da UNIPAR.  É a Prefeitura que sede o local dos treinos e jogos.


“Eles também nos dão transporte para os jogos fora da cidade, taxas de arbitragens, inscrições, alimentação no alojamento das atletas e bolsa atleta para a ajuda de custo”, acrescentou.


Cianorte Futsal é campeão invicto da Libertadores da América em 2019

Para o técnico, a conquista da Libertadores no ano passado foi um sonho realizado. “Não foi fácil chegar até o título, antes mesmo de ir para a Libertadores tivemos que ser campeãs da Copa do Brasil e depois da Supercopa”, explicou ele.

O Cianorte fez uma campanha exemplar na competição. Elas venceram todos os jogos da fase de grupos e fases eliminatórias, e depois, na final, venceram o Independiente Cali, da Colômbia, por 2 a 0.


“Enfrentamos as melhores equipes nacionais para conquistar essa vaga. Com muita luta e dedicação, representamos bem o Brasil e mantivemos o país invicto na Libertadores”, concluiu o técnico Cleverson Santana.


Para a goleira Izabela Cipriano, a conquista da Libertadores foi algo maravilhoso e trouxe para o time uma sensação de dever cumprido. “Essa conquista veio pra coroar uma ótima temporada. Trouxe mais visibilidade não só para a nossa equipe como também para o futsal feminino em geral”, disse ela.

"Um time fora do Estado de Santa Catarina nunca tinha disputado essa competição, e isso serviu para mostrar como o futsal feminino no Brasil a cada ano fica mais disputado e que não tem apenas uma equipe controlando o cenário nacional”, acrescentou.

Crédito: Reprodução/Instagram - Izabela comemorando o título da Libertadores do Cianorte Futsal, no ano passado.

"Costumamos dizer que somos uma família, a família Cianorte Futsal”.

Cianorte fica no município do Estado do Paraná e, segundo o técnico, os torcedores da cidade e da região abraçaram com muito carinho o projeto do Cianorte Futsal Feminino.

Crédito: Reprodução Instagram - Torcida do Cianorte em dia de jogo da equipe

“Eles sempre se fazem presentes nos jogos e no dia-a-dia das atletas. Por onde elas andam são reconhecidas e isso é muito importe e gratificante para nós”, disse Cleverson.


Com o sub-17, o Cianorte disputa o Estadual e os Jogos da Juventude. Com o adulto, são disputados os campeonatos Estadual, Jogos Universitários do Paraná, Jogos Universitários Brasileiro, Copa do Brasil, Taça Brasil de Clubes, Brasileiro, Liga Nacional e os Jogos Abertos do Paraná.


“O trabalho com a base é muito importante para a formação futura da atleta, nas formações técnicas, cognitivas e sociais”.

Três atletas que fazem parte da equipe principal vieram da base do time. Uma cursando educação física e duas que já são formadas no curso. Agora, elas estão em busca da conclusão de outro curso, o de fisioterapia.


Para Jéssica Marques, atleta do Cianorte, fazer parte de um time que oportuniza o estudo é muito gratificante. “Muitas atletas como eu talvez não teriam condições de cursar uma faculdade. Com a oportunidade que o time me proporcionou, pude me formar e ter uma profissão pós-futsal”, disse ela.

“O preconceito de pessoas que pensam que o futsal/futebol não é coisa para mulher”.

Cleverson analisa o preconceito e valores de patrocínios como uma das maiores dificuldades de ser uma equipe de futsal feminino. “A comparação em tom de preconceito com a modalidade do gênero masculino, valores de patrocínios, reconhecimento e preconceito de pessoas que ainda pensam que o futsal/futebol não é coisa para mulher”, disse o treinador.


Para ele, o nível técnico nas competições nacionais tem aumentado bastante, e citou como exemplo o fato de que, nos últimos anos, os títulos de cada competição ficaram com diferentes equipes. “Isso comprova o nível competitivo das equipes”, acrescentou.


A equipe do Cianorte Futsal Feminino projeta expandir o trabalho social de base e se manter entre as quatro melhores equipes do país. “Queremos melhorar nossa estrutura física para oferecer melhores condições para as atletas”, disse Cleverson Santana.


O técnico conclui a entrevista dizendo que almejam a vaga para a Libertadores da América, a disputa do Mundial de Clubes e que quer continuar fazendo um bom trabalho para que suas atletas sejam convocadas para a Seleção Brasileira.

Crédito: Arquivo Pessoal = Cianorte Futsal são as atuais campeãs da Libertadores

PATROCINADORES E APOIADORES:

penalty
travel ace assistence
globo
sportv
globoesporte.com
lei do incentivo
secretaria especial do esporte
Confederação Brasileira de Futsal
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Confederação Brasileira de Futsal © Todos os direitos reservados.