É campeão! Minas Tênis Clube conquista o tricampeonato invicto da Taça Brasil Sicredi

Por Assessoria de Imprensa Minas

• Belo Horizonte | MG

Crédito: Leonardo Hubbe - Mina Tênis Clube sera o representante da Taça Brasil Sicredi na Supercopa Magnus

Um dia que ficará marcado no coração e na memória da torcida minastenista. Assim como nas temporadas 2002 e 2012, a Taça Brasil Sicredi de Futsal é do time da rua da Bahia. Em um jogo digno de grande final, o Minas superou o Foz Cataratas (PR) de virada, por 4 a 2, na manhã deste sábado (20/2). Com uma campanha histórica em Tubarão (SC), conhecida como a “cidade azul”, prevaleceram as cores do jovem time minastenista que conquistou, pela terceira vez, o título da competição mais tradicional do futsal brasileiro.


O fixo Gabriel Ferro, autor do primeiro gol da partida, afirma que a sensação de escrever o nome na história minastenista é indescritível. “O que estou sentindo com a conquista deste título é maravilhoso. Nós trabalhamos e lutamos muito para alcançar nosso objetivo”, afirma o atleta. Emocionado, o técnico Peri Fuentes destacou a importância do feito com a jovem equipe. “Começar a temporada com um título desta envergadura e de tanta tradição é excelente, então só tenho que parabenizar a todos”, comenta o treinador.


Com o título, o Minas garantiu acesso para a Supercopa Magnus e, após as comemorações, voltara às atenções para o próximo desafio que será disputado entre os dias 25 e 28 de fevereiro, em Sorocaba (SP). Também estarão na competição o Dois Vizinhos (PR), campeão da Copa do Brasil Sicredi, e o Magnus (SP), campeão da Liga Nacional de Futsal (LNF). O vencedor da Supercopa Magnus pegará o Corinthians em jogo único e o vencedor automaticamente estará classificado para a continental Copa Libertadores de Futsal.

Crédito: Renato e Françoar foram os destaques da campanha do Minas na Taça Brasil Sicredi

A campanha

Para se confirmar como tricampeão da Taça Brasil Sicredi, o Minas construiu uma campanha consistente e enfrentou seis desafios, conseguindo cinco vitórias e um empate. Além de contar com o melhor ataque e a melhor defesa da competição, com 22 dois gols marcados e apenas quatro sofridos, o time minastenista se destacou por ter se classificado para os play-offs na liderança do Grupo A e por ter aplicado três goleadas sobre a AABB (SP), o Unidos do Cruzeiro (DF) e o Unidos do Alvorada (AM).


Antes de chegar à grande final, o Minas teve que enfrentar duas vezes o Tubarão, time que jogava em casa por ser o anfitrião da competição. Na primeira fase as equipes ficaram no empate sem gols, mas na semifinal a vitória foi mineira, por 2 a 1. Na grande decisão, mais uma vez a personalidade do jovem elenco do Minas, com média de idade de 20 anos, prevaleceu sobre o Foz Cataratas (PR), carimbando o título na história minastenista.


A decisão

Em quadra, estavam frente a frente os dois melhores ataques da competição, mas o time minastenista também se destacava por ter a melhor defesa. O técnico Peri Fuentes, que repetiu o quinteto inicial da semifinal, viu o fixo Gabriel Ferro abrir o placar logo nos primeiros minutos, após linda jogada individual. Em um jogo de muita força física, o Minas tomou a virada de pênalti e após um erro na saída de bola, mas o jovem elenco demonstrou maturidade e no último minuto o ala Lion deixou tudo igual.


Na volta dos vestiários, o confronto continuou aberto e novamente o goleiro Françoar foi protagonista, fazendo defesas importantes. Dos pés do fixo Luís, que tirou um gol do Foz Cataratas em cima da linha, também saiu o gol da virada minastenista em uma jogada de escanteio bem tramada. Porém, o torcedor mineiro só conseguiu respirar mais tranquilo depois do gol de Ribeiro, a cinco minutos do fim. O time catarinense ainda tentou reverter a desvantagem com o goleiro linha, mas a festa no banco do Minas começou antes mesmo do apito final.


Gols

1T / 3’ – Ferro (Minas) 1T / 10’ – Gugu Flores (Foz Cataratas) 1T / 18’ – Kauê (Foz Cataratas) 1T / 19’ – Lion (Minas) 2T / 8’ – Luiz (Minas) 2T / 15’ – Ribeiro (Minas)


Ficha técnica

Minas: Françoar, Ferro, Libânio, Ribeiro e Renato. Entraram: Anderson, Lucas, Luís, Léozinho, Lion, Matheus Maia e Sodré. Técnico: Peri Fuentes.

Foz Cataratas (PR): Henrique, Léo Evangelista, Neto, Pedro e Kaue. Entraram: Gugu Flores, Willian e Churrasco. Técnico: Banana.

Árbitros: Gean Coelho Telles e Felipe de Fábio Ventura.


Taça Brasil Sicredi de Futsal – Fase classificatória

14/2 – AABB (SP) 1 x 4 Minas – Tubarão (SC) 16/2 – Tubarão (SC) 0 x 0 Minas – Tubarão (SC) 17/2 – Minas 7 x 0 Unidos do Cruzeiro (DF) – Tubarão (SC)

Taça Brasil Sicredi de Futsal – Quartas de final

18/2 – Minas 5 x 0 Unidos do Alvorada (AM) – Tubarão (SC)

Taça Brasil Sicredi de Futsal – Semifinal

19/2 – Tubarão (SC) 1 x 2 Minas – Tubarão (SC)

Taça Brasil Sicredi de Futsal – Final

20/2 – Minas 4 x 2 Foz Cataratas (PR) – Tubarão (SC)

PATROCINADORES E APOIADORES:

penalty
travel ace assistence
globo
sportv
globoesporte.com
lei do incentivo
secretaria especial do esporte
Confederação Brasileira de Futsal
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Confederação Brasileira de Futsal © Todos os direitos reservados.