Campeão!

De forma invicta, o Sport conquistou o título da Copa Tronadon 2019. O último passo para levantar o troféu foi dado na noite desta terça-feira (26), com a goleada sobre o JW Palmares por 4x0, na grande final realizada no Ginásio Municipal de Joaquim Nabuco. Os gols foram marcados por Zanatha (2), Jaboatão e Major. Mesmo atuando como visitante, o Leão saiu na frente logo no início da partida. Zanatha abriu o placar. Na etapa complementar, outra vez Zanatha ampliou a vantagem rubro-negra. Enquanto Jaboatão e Major deram números finais à goleada do Sport que resultou no título da Copa Tronadon. O Sport não sofreu nenhuma derrota durante a competição. Teve 100% de aproveitamento na primeira fase vencendo, inclusive, o Clássico das Multidões contra o Santa Cruz. Na fase seguinte, atuando na Ilha do Retiro, passou pelo Posto Ferreira com o placar de 4×3. Na semifinal, o Leão pegou o Pombos, que também estava invicto. Os dois times ficaram no empate por 1×1 e o Rubro-negro avançou para a final ganhando nos pênaltis por 4×3. Mesmo com o time jovem e retomando as atividades do futsal em 2019, o Sport começou a temporada com mais um título. Fruto de um trabalho minucioso do técnico Vanildo Neto na preparação da equipe para todo o ano. "O nosso grupo é equilibrado. Tinha um bom elenco para o Sub-20, juntei com atletas que já trabalhando comigo na base e formei o elenco. O clima é muito bom. Claro que é fácil falar depois de ganhar, mas todos estão abraçando a nossa ideia. É um primeiro passo e tem muita coisa para acontecer, melhorar. Mas é fundamental iniciar ganhando. Estou feliz pelo resultado e com boas perspectivas para a sequência da temporada. O título nos dá essa confiança", ressaltou o técnico Vanildo Neto, do Sport. Apesar da derrota e de ficar com o vice-campeonato, o técnico do JW Palmares, José Jonas, aprovou o desempenho dos seus atletas. O comandante da equipe interiorana reconheceu que a estratégia do adversário foi mais eficiente, mesmo jogando longe dos seus domínios. "Quero parabenizar o presidente da FPFS, Luiz Cláudio, pela competição. Sabíamos que seria difícil. Foi um jogo tecnicamente complicado, o Sport veio com a proposta defensiva, de sair nos contra-ataques e marcou gols. Mas nossa equipe foi guerreira, chegou na decisão invicta e tivemos a vantagem de jogar em casa, mas futsal tem dessas coisas. Agora é seguir o trabalho para as próximas competições", concluiu. Com informações da Federação Pernambucana de Futsal

PATROCINADORES E APOIADORES:

penalty
travel ace assistence
globo
sportv
globoesporte.com
lei do incentivo
secretaria especial do esporte
Confederação Brasileira de Futsal
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Confederação Brasileira de Futsal © Todos os direitos reservados.