Brasileira Laisinha se machuca e não joga mais na temporada

Por Futsal de Primeira

• Lisboa | POR

Crédito: Divulgação Facebook - Brasileira precisou ser carregada para sair da quadra

Chegou aquela que é certamente uma das piores notícias que um desportista quer ouvir. Laisinha vai estar fora do que resta desta temporada, e vai mesmo perder também o início da temporada 2021/22 ao que tudo indica. No encontro das semi-finais da Taça da Liga contra a Quinta dos Lombos, a jogadora caiu depois duma jogada dividida com Dricas e teve de sair do campo carregada.


A brasileira de 26 teve de esperar pelos resultados dos exames que fez, resultados esses que foram bastante assustadores. Num lance aparentemente normal, sem grande contato, a joagdora acabou por ter um problema de aderência com o piso que lhe provocou várias lesões no joelho. Laís fez ruptura total do ligamento cruzado anterior, lesão no menisco e ruptura parcial do ligamento colateral medial.


Estando em abril, e tendo em conta que o tempo de tratamento deste tipo de lesões não costuma ser menor que 6 meses e que ainda precisará de fazer a cirurgia, resta agora uma longa recuperação à brasileira que perderá assim o arranque da próxima temporada.

Laís Prates chegou ao Nun’Álvares esta temporada, ela que é mais conhecida no mundo do futsal por Laisinha muito por culpa do seu 1,54 m e dos seus 50 kg. Natural de Santo André e que conta com passagens por Multiforça Guarulhos e Primeiro de Maio no Brasil, bem como pelo CFS Bilbo em Espanha, passa então agora pela fase mais difícil da sua carreira.

Laís ainda não reagiu a este diagnóstico, mas quando ainda esperava pelos resultados dos exames, deixou uma mensagem na sua conta pessoal de Facebook e agradeceu todo o apoio, mensagem:


“No último sábado ocorreu a Taça da Liga de Portugal na qual ficamos com o vice-campeonato. Minha maior vontade era estar em quadra e principalmente, jogar a final. Mas na vida, por vezes temos momentos difíceis de ultrapassar, infelizmente fui “alvo” de um desses momentos, e me lesionei ainda no primeiro jogo. Contudo, graças à competência e atenção de todo o grupo Nun Álvares, passo por esse momento de cabeça erguida e feliz em fazer parte deste grupo. Quero, publicamente agradecer as inúmeras mensagens que recebi, agradecer a todos meus amigos pela preocupação e carinho que tiveram comigo durante a competição. É com enorme gratidão, satisfação e emoção que constato toda esta força e amizade em meu redor”.