Assoeva passa por reestruturação

Por Roni Müller • Venâncio Aires | RS

Crédito: Roni Muller - Na foto da Assoeva para a próxima temporada, tendência é de mudanças significativas.

Na segunda-feira à noite, 21, durante o programa Terra Esportes da Terra FM 105.1, o diretor Vianei Hammes declarou que a Assoeva está mobilizada para dar continuidade ao seu projeto em 2021. A colocação partiu diante da seguinte pergunta de um dos apresentadores, Carlos Roberto de Oliveira: “Teremos a Assoeva em 2021?”

O dirigente foi claro em todas as declarações. Inicialmente comentou que em uma temporada atípica, tudo ficou mais distante, inclusive o torcedor do ginásio. “Motivação e empolgação ficou em segundo plano. Em todos esses anos de Assoeva, o 2020 foi aquele mais distante de todos. Faltou, infelizmente, aquela aproximação do torcedor com o time. Nossa esperança é para que tudo seja muito diferente no próximo ano. A pandemia veio. Foi uma rasteira muito grande mas estamos trabalhando para não deixarmos terminar essa história”, disse Hammes.

Ele comentou ainda que após a decisão da Série Ouro, todos do grupo foram liberados. “Fomos bem claro para os integrantes do plantel. Quem for procurado e por ventura fechar com alguma equipe, resta desejar boa sorte. Alguns inclusive já anunciaram depois disso seu novo destino. Vamos projetar a Assoeva somente a partir de janeiro. Iremos contatar com alguns para da possibilidade de fazerem parte do plantel. De antemão posso afirmar que o tamanho do cheque é que irá definir o que será possível em termos de investimentos e futuras contratações. De momento a convicção é pela continuidade do clube”, declarou. Ele não descarta a reformulação do clube num todo em termos de investimentos. “Vai depender do que tivermos de apoio. De momento nos deparamos na condição de um investimento mais considerável para o próximo ano. Tendência é pela formação de uma equipe mais rejuvenescida. A Assoeva como todo e qualquer clube depende do seu torcedor. A volta ao ginásio será fundamental para a agremiação se manter. Isso vale para todos, inclusive no futebol amador e profissional. Não tem como você fazer futsal e passar toda uma temporada com ginásio vazio”.

Hammes comentou ainda que a Assoeva precisa agregar mais pessoas para a linha de frente. “O momento é de unir forças. Estamos abertos para qualquer sugestão. Pessoas com interesse em trabalhar são bem vindas sempre. A Assoeva é muito grande para não se dar continuidade. Quanto mais apoio, mais pessoas trabalhando na mesma linha, a tendência é de colher bons resultados mais adiante’, completou.

Ontem pela manhã, Vianei Hammes reforçou que a projeção de time e antes disso até a definição de um técnico ficará somente para janeiro. “Tratativas existem mas todas, por enquanto, somente de forma interna. De momento estamos tratando da viabilidade do clube se manter em ativa. Isso é o principal. No momento mais adequado iremos anunciar as novidades para o nosso torcedor”, disse.

Nas competições oficiais em 2020, a Assoeva ficou na 14ª posição da Liga Nacional de Futsal e foi vice-campeã da Série Ouro.

PATROCINADORES E APOIADORES:

penalty
travel ace assistence
globo
sportv
globoesporte.com
lei do incentivo
secretaria especial do esporte
Confederação Brasileira de Futsal
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Confederação Brasileira de Futsal © Todos os direitos reservados.