A Copa do Brasil Sicredi inicia nesta terça-feira com 5 partidas

Chegou o momento que todos esperavam, a Copa do Brasil Sicredi inicia-se nesta terça-feira com cincos jogos.


Às 16h, o Praia Clube (MG) recebe o Corinthians (SP), na partida de abertura da competição, em seguida, às 18h00 tem Pato Futsal (PR) contra o Jaraguá (SC) com transmissão da CBFSTV, já às 19h00 Corumbaíba (GO) enfrenta o Brasília Futsal (DF) e 19h30min Sampaio Futsal (MA) recebe Ceará (CE) atual vice-campeão da Copa do Brasil Sicredi, fechando a noite às 20h ADC Curitibanos (SC) recebe o Guarani (RS).

Crédito: Adolfo Pegoraro - Competição terá 30 equipes
Crédito: Adolfo Pegoraro - Competição terá 30 equipes

Este ano a competição foi composta 30 equipes, que correm em busca do título, que atualmente pertence ao Dois Vizinhos (PR), esse ano a competição contará novamente com o Corinthians (SP), que é a equipe mais vitoriosa da competição, com um bicampeonato em 2018/2019.


Com jogos de ida e volta e formato de mata-mata, sem saldo de gols ou vantagem na prorrogação, terminando empatada a partida no tempo normal, e na prorrogação, a disputa irá para os pênaltis.


Na primeira fase da competição as transmissões acontecem em parceria com o clube mandante, caso o clube consiga atingir os requisitos mínimos adotados pela TV NSports juntamente com a CBFSTV, o clube terá o direito transmitir e expor os seus patrocinadores e parceiros na plataforma da TV NSports no canal da CBFSTV. A partir das quartas de finais, a TV NSports entrará com a produção de todos os jogos, até a final, as negociações com as Tv’s seguem acontecendo juntamente a TV NSports (empresa que detém os direitos de transmissão da competição).


O sexto jogo que aconteceria nesta terça-feira entre Sorriso Futsal (MT) e Grupo Santos (MT) teve que ser adiado, devido a testagem positiva durante a testagem de COVID19 com pesquisa de antígeno, seguindo o Protocolo de Operações de Jogos da CBFS. Para evitar uma contaminação em larga escala a CBFS resolve suspender a partida.


Da mesma maneira que na temporada passada, uma vez que a pandemia persiste e se agrava no Brasil, a CBFS novamente seguirá um rígido protocolo de segurança sanitária nos mesmos moldes do modelo 2020, para que se evite contaminação antes, durante e posterior as partidas visando a saúde dos envolvidos no evento.