Nova luz
  CBFS       09/11/2016  

Crédito:

Um passo importantíssimo em prol do futsal foi dado na última terça-feira (8/11), em Brasília (DF). Deputados, senadores e representantes da área esportiva lançaram a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Futsal, com o sentido de defender investimentos na categoria e discutir políticas públicas de desenvolvimento da modalidade.

A frente, coordenada pelo deputado federal, Bacelar (PTN - BA), conta com o apoio da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS). A entidade esteve representada no evento através do presidente, Marcos Madeira, do vice-presidente, Weber Magalhães, além do superintendente da CBFS, Paulo Ladeia, e do diretor de Marketing da entidade, Bernardo Caixeta. Falcão, um dos atletas mais renomados do futsal, também participou do lançamento da frente.

"Nós precisamos atingir toda a cadeia. Da Seleção, que está no nível A, até a criança de cinco anos de idade que está na escola, começando a praticar o esporte. A intenção da Câmara e do Senado é a inclusão social, visto que o futsal está presente em todos os recantos do Brasil", afirma Bacelar.

Falcão mostrou-se entusiasmado com as possibilidades de melhorias no futsal nos próximos anos. Ele espera que agora a CBFS conte com mais recursos para conseguir voltar a investir forte na modalidade.

"A gente representa o país pelo mundo e estamos passando por um momento complicado de apoio, devido a credibilidade perdida nos últimos anos. E hoje foi uma forma de mostrar que estamos nos reestruturando. Foi importante para quem nos ouviu saber da realidade do nosso momento e que as coisas mudem daqui para frente", diz.

Presidente da CBFS, Marcos Madeira aproveitou para agradecer o apoio recebido das autoridades e enfatizar que este é apenas o começo de mais uma batalha em prol da reestruturação do futsal, reconhecido por ser um esporte genuinamente brasileiro.

"Nós estaremos lutando no dia a dia para que este futsal, esta confederação, seja cada vez mais importante no cenário nacional. Nossa luta é para que possamos ter um futsal cada vez mais forte", pontua.