Paranaense
  FEDERAÇÕES       25/10/2016  

Crédito: Divulgação/SJP

Na noite deste sábado (22), no Ginásio Dolivar Lavarda, em Pato Branco, o Novo Futsal São José dos Pinhais vencia o Pato Futsal até os segundos finais de jogo, mas acabou empatando em 2 a 2, com o Pato Futsal. Com mais um resultado de igualdade, a decisão da vaga ficou para a terceira partida, que acontece no dia 5 de novembro.  Em caso de novo empate, o duelo irá para a prorrogação e caso siga empatado o Pato estará na final e classificado para a Série Ouro do Paranaense.

 

 

O Pato Futsal iniciou o jogo pressionando e passou a criar boas chances de marcar. O Novo Futsal São José dos Pinhais, na primeira chance criada, quase marcou com Reiler, mas a bola saiu por pouco. Na sequência, na insistência dos donos da casa, Robério girou e abriu o placar. O time são-joseense demorou para se encontrar na partida e ainda viu os donos da casa criarem boas chances com Augusto e Ramón, mas Rogério fez duas grandes defesas.

 

Nos 8 minutos finais da etapa inicial, o Novo Futsal São José dos Pinhais equilibrou o confronto e passou a criar situações de perigo ao gol de Caíque. Aos 15, Reiler chapelou Robério, mas demorou para chutar. Na sequência, Fillipe Chulapinha criou duas boas chances de marcar, mas a bola foi para fora. Insistente, o time são-joseense empatou aos 17 minutos. A defesa pato-branquense falhou e Reiler, na cara do gol, bateu entre as pernas do goleiro e igualou o placar.

 

O jogo seguiu bastante equilibrado no segundo tempo, mas com o time são-joseense criando as melhores chances de marcar. No primeiro minuto, em contra-ataque rápido, Fillipe Chulapinha chutou e Caíque salvou. Um minuto depois, de falta, o camisa 11 obrigou o goleiro pato-branquense a fazer outra grande defesa. O Pato Futsal respondeu aos 7 minutos, mas Rogério salvou a investida de Ramón.

 

O jogo seguiu aberto. O Novo Futsal São José dos Pinhais, com a marcação bem encaixada, era perigoso sempre nos contra-ataques. Aos oito, Japa recebeu pela direita, mas bateu para fora. Três minutos depois, Reiler puxou contra-ataque e, depois do chute e da defesa de Caíque, a bola caiu nos pés de Gauchinho que, livre, mandou por cima. Mais encorpado no jogo, o time são-joseense virou aos 13 minutos. Jhonatan, de fora da área, surpreendeu o goleiro e marcou um belo gol: 1 x 2.

 

O Pato Futsal, em desvantagem, foi para o tudo ou nada e, na sequência, Maranhão acertou a trave. A partir dos 15 minutos, Rafael entrou como goleiro-linha. Com mais posse de bola, a pressão dos donos da casa aumentou. A partir daí, começou a brilhar a estrela do goleiro Rogério que, na reta final da partida, fez pelo menos quatro grandes defesas.

 

Com a marcação bem ajustada, o time são-joseense ainda teve a chance de marcar de longe com Fillipe Chulapinha, mas a bola saiu. Quando restavam um minuto e 14, o ala Reiler, que já tinha cartão amarelo, foi expulso. A pressão dos donos da casa passou a ser intensa e, com cinco jogadores no ataque contra três, a igualdade no placar veio a 42 segundos do fim, com chute forte de Rafael.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa do São José dos Pinhais