Amistoso
  SELEÇÃO BRASILEIRA       04/02/2019  

Crédito: SEFUTBOL

Um jogo digno do histórico. Brasil e Espanha cumpriram todas as expectativas de uma grande partida e, mesmo em jogo amistoso, realizaram um duelo de encher os olhos. No fim, 2 a 2 no placar com diversas emoções.

O confronto faz parte de uma série de jogos da Seleção Brasileira pela Europa - que já contou com duas vitórias sobre Portugal (6 a 1 e 4 a 1). Brasil e Espanha voltam a se enfrentar na terça-feira, a partir das 15h45 - horário de Brasília -, com transmissão ao vivo do SporTV.

O jogo

Contando com o apoio da torcida local, a Espanha buscou a iniciativa, mas quem chegou perto de abrir o placar foi o Brasil, com chute de Pito que carimbou a trave.

A resposta espanhola veio pouco depois, em grande jogada pela ala. Lin recebeu passe de letra e ficou cara a cara com Guitta. O chute cruzado também acertou a trave brasileira, mas o lance deu sequência e o rebote veio para o próprio Lin, que encontrou o gol aberto para inaugurar o marcador.

As emoções do primeiro tempo seguiram, porém, sem alterações no placar.

Depois do intervalo...

A volta para a etapa final não diminuiu o ritmo intenso da partida. Herrero mostrou muita personalidade no gol e parava as investidas brasileiras de forma espetacular.

E foi aproveitando um vacilo na defesa que a Espanha ampliou a vantagem com Rafa Usín. Ele dominou bola que Ferrão não conseguiu afastar e finalizou na saída de Guitta - o goleiro ainda tocou na bola, mas não evitou o gol.

Foi aí que iniciou a reação do Brasil. A pressão aumentou e Herrero, enfim, não conseguiu sustentar a invencibilidade na partida. Primeiro os brasileiros diminuíram com Dyego, em ótima jogada individual pela ala esquerda e um chute de rara precisão. Depois foi a vez de Gadeia deixar tudo igual, desviando chute cruzado para as redes e dando números finais ao confronto.