Campeão!
  TAÇA BRASIL       12/08/2018  

Crédito: Ricardo Artifon/CBFS

O Pato (PR) é o grande campeão da Taça Brasil 2018. Em uma final de muitas emoções e grandes lances, a equipe paranaense superou o Atlântico (RS) em Erechim, Rio Grande do Sul. Após empate em 1 a 1 no tempo normal, o Pato mostrou superioridade e calma na prorrogação para fazer 3 a 1 e ficar com ouro.

Em uma primeira etapa de muito equilíbrio, uma jogada de bola parada acabou colocando o Atlântico em vantagem. Aos 18 minutos, Café cobrou tiro de canto fechado, Silva conseguiu tomar a frente da marcação e desviou sem chances de defesas para Djony.



O Pato ainda tentou responder nos segundos finais. Gouvea avançou pelo meio e arriscou o chute de longe. A bola explodiu na trave e se perdeu pela linha lateral.

No segundo tempo o Pato buscou o empate a todo o custo. E o time paranaense conseguiu a igualdade aos 13 minutos, com gol marcado por Danilo Baron.

Segue o jogo

O resultado persistiu e a partida foi para a prorrogação. No tempo extra, o Atlântico garantiu vantagem logo no início. Cabreúva avançou pela esquerda e cruzou na medida para Jé completar de primeira, marcando um lindo gol.

O Galo seguiu criando boas chances. Aos 3 minutos, Silva cobrou falta cruzada e Keké desviou, mas a bola passou por cima do gol de Djoni.

Aí foi a vez do Pato aproveitar a chance. Well recebeu na ala esquerda e deu tapa de primeira, com efeito, encontrando o caminho das redes e deixando tudo igual novamente.

O início do segundo tempo extra trouxe mais emoções. Em saída errada de Careca, Danilo Baron quase marcou. Na sobra, Well tentou uma bicicleta e acertou a marcação.

O lance era prenúncio do que viria na sequência. Pressionando em cima com goleiro-linha, o tima paranaense trocou passes até Robério ficar livre pelo meio. Cara a cara com Careca, o camisa 12 do Pato finalizou forte, sem chances de defesa.

O golpe de final do título veio com um grande lance de Dudu. Ele recebeu na entrada da área, de costas para o gol. Careca tentou interceptar, mas o ala do Pato conseguiu se livrar da investida e deu um toque com categoria, por cobertura, marcando o quarto da equipe do Paraná na partida.