Taça Brasil
  TAÇA BRASIL       10/05/2018  

Crédito: Gabriel Ortiz/CBFS

Muita emoção marcou o encerramento da primeira fase do grupo E2, na Taça Brasil Sub-15. Minas Tênis Clube (MG) e Fluminense (RJ) disputavam a vaga na segunda fase em duelo direto. Em um jogo com várias viradas, o time mineiro levou a melhor, venceu o duelo por 4 a 3, e agora enfrentará a Chapecoense na semi-final.

> Dados e estatísticas da competição

Sendo um jogo decisivo, cerca de 200 torcedores do Minas compareceram à Arena, entre familiares, atletas de outras modalidades e demais.

O JOGO

Não era jogo simples. Quem vencesse garantia a vaga na semifinal. Ao derrotado, a eliminação. Isso justifica o primeiro tempo de muita garra e marcação para ambos os lados. O Fluminense até tentou ensaiar alguns ataques, mas sucumbiu diante da pressão exercida pelo Minas. Pedro recebeu livre na área e abriu o placar para os mineiros com chute forte no ângulo. O mesmo Pedro pressionou a saída de bola e provocou o erro do goleiro ao chutar a bola nas costas do adversário. Ela foi morrendo devagar no fundo das redes.

Ainda deu tempo dos goleiros brilharem antes da saída para os vestiários. Pedro, do Fluminense, fez três defesas difíceis e Arthur, do Minas, pegou um tiro-livre, assegurando o 2 a 0 ao final do primeiro tempo.

A segunda etapa começou com uma injeção de ânimo para o Tricolor. O time foi valente e conseguiu a virada com três gols em sequência. Yago fez o primeiro de falta, Alexsander empatou em jogada rápida. E Alex Felipe aproveitou que o Minas estava com um a menos depois da expulsão de João Vitor. A partir daí, a partida inflamou. A pressão da torcida aumentou, gerando protestos dos jogadores do Fluminense em relação a movimentação e interrompendo a partida.

Com os ânimos acalmados, o Minas chegou ao empate após cobrança de pênalti convertida por Rafael, incendiando a partida e levando os cariocas a se lançarem ao ataque em busca de mais um gol para se classificar. O time do Rio de Janeiro utilizou goleiro linha e acabou levando a virada após perder a bola no ataque.

Nos minutos finais, coube aos donos da casa segurar a pressão até o final e sair com a classificação. Com muita festa na Arena, o Minas Tênis Clube passa na segunda colocação e enfrenta a Chapecoense na semifinal. O Fluminense foi eliminado com quatro pontos, na quarta posição.

“Quando saiu a tabela, a gente sabia que teríamos os últimos jogos muito complicados. A gente fez 2 a 0, mas sofremos muito pelo estouro de faltas. Tomamos a virada em poucos minutos porque estávamos muito nervosos. Mas a gente soube segurar. Marcamos muito bem a saída do goleiro deles. O fato de jogar dentro de casa, com a torcida desse jeito foi melhor ainda. Estão todos de parabéns”, comentou Diogo Barros.

Gabriel Ortiz para CBFS