Em quadra
  SELEÇÃO BRASILEIRA       21/09/2017  

Crédito: Ricardo Artifon/CBFS

O primeiro contato do técnico Marquinhos Xavier com a Seleção Brasileira de Futsal ocorreu na manhã desta quinta-feira (21/9), em treino realizado na cidade de Uberaba, Minas Gerais, que recebe dois amistosos entre Brasil e Uruguai - um na sexta-feira (22/9), a partir das 21h30, com transmissão ao vivo do SporTV; e outro no domingo (24/9), às 10h, com transmissão ao vivo da Rede Globo, através do Esporte Espetacular.

> Sinoê é convocado para lugar de Fernandinho

E se a primeira impressão é a que fica, agradou bastante o novo treinador. Marquinhos mostrou-se muito empolgado, principalmente com o que viu nos atletas que compõem a Seleção Brasileira Sub-19 - lembrando que o grupo é mesclado, visando a preparação para a Liga Sul-Americana, competição da Conmebol que reúne seleções de base e da categoria adulto.

"O grupo tem uma qualidade grande, principalmente a Seleção sub-19, que nos dá uma expectativa de manter um bom ciclo vitorioso nos próximos anos. O grupo principal também se apresentou bem, sem problemas. Realizamos algumas atividades muito mais para conhecer o comportamento individual dentro de sistemas do que propriamente mudar algo de tática, até porque nosso tempo é curto. A gente sente um clima de motivação. É um recomeço e isso sempre traz boas energias", afirma.



Planejamento

A ideia, conforme explica o treinador, é otimizar o tempo - já que o período de reunião é curto. Marquinhos aponta que o principal fator neste momento é aproveitar para encontrar a identidade ideal de atuação dos convocados.

"Temos ainda duas atividades programadas antes da primeira partida, com o principal objetivo de dar alguns ajustes na questão tática. É um trabalho mais de polimento, sem intensidade, que visa ajustar a nossa forma de jogar esses dois amistosos", pontua.

O treinador ainda exalta a evolução do Uruguai na modalidade dentro dos últimos anos. Assim como em todo o continente, os uruguaios passam por um processo de amadurecimento forte no futsal e já colhem frutos dentro das quadras. No último amistoso entre as Seleções, realizado em 2016, o Brasil venceu por 3 a 2 em um jogo de muito equilíbrio e que começou com os uruguaios abrindo o placar.

"O Uruguai, assim como todas as equipes do continente, tem passado por capacitações e elevado o nível de competitividade. É uma seleção que já tem uma certa imponência no continente Sul-Americano e pode nos trazer alguns problemas. Isso é bom, principalmente antes da Liga Sul-Americana, na Colômbia, pois precisamos passar por algumas dificuldades para detectar onde temos que melhorar. O Uruguai vai ser um adversário forte e que vai impor resistência de jogo, mas também estou muito confiante com essa estreia e o desenvolvimento do trabalho em Uberaba", destaca.