Top10
  CBFS       13/04/2017  

Crédito:

O Brasil tem três atletas na disputa do prêmio de melhor jogador do mundo da temporada 2016 na tradicional Agla Futsal Awards. Dos indicados, dois atuam no Brasil: Deives (Carlos Barbosa - RS) e Rodrigo (Magnus - SP); Marcênio (Gazprom - RÚSSIA) é o representante que atua no exterior.

A concorrência dos brasileiros é grande e conta com outros sete nomes, dentre eles o do português Ricardinho, do InterMovistar (ESP), que ganhou o prêmio nos últimos dois anos.

Um dos indicados, Deives comemora a presença na lista e elogia os companheiros com quem já trabalhou - na temporada 2016 o pivô defendeu o Corinthians (SP).

"Para mim é uma honra enorme estar entre os 10 melhores jogadores de futsal do mundo. Tenho certeza que todo o meu esforço e dedicação está valendo a pena. Serei eternamente grato a todas as pessoas que, de alguma forma, me ajudaram a chegar até aqui, todos os atletas e treinadores com quem já trabalhei", afirma.

O fixo Rodrigo também não esconde a felicidade. Ele destaca a difícil missão de manter a regularidade em um esporte tão equilibrado e que evoluiu muito nos últimos anos.

"Fico feliz em ser lembrado. Chegar no alto nível é muito difícil, permanecer mais ainda. Estou desde 2008 ganhando algum título de expressão. Levar o título envolve muita coisa, acho difícil, mas não impossível", pontua.

Vale lembrar que três atletas do Brasil já conseguiram vencer o prêmio: Manoel Tobias, Schumacher e Falcão - este último sendo o maior vencedor da categoria, com quatro conquistas.

Promessa das quadras

Além da categoria adulta, os brasileiros também disputam o prêmio de melhor jogador jovem do futsal. Leandro Lino, Carlos Espíndola, Matteus Reinald e Jean Jacaré estão no páreo pela eleição.

Finalistas do prêmio de melhor jogador do Mundo

Leandro Cuzzolino (Argentina)
Deives (Brasil)
Ahmad Esmaeilpour (Irã)
Lyskov Dmitry (Rússia)
Marcênio (Brasil)
Miguelín (Espanha)
Ricardinho (Portugal)
Rodrigo (Brasil)
Pablo Taborda (Argentina)
Alamiro Vaporaki (Argentina)