LNF
  CBFS       06/12/2016  

Crédito: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Recheado de emoções e reviravoltas. Foi assim o primeiro jogo da final da Liga Nacional de Futsal entre Corinthians (SP) e Magnus (SP), na segunda-feira (5/12), em Sorocaba. Apesar de visitante, o Corinthians buscou uma virada nos segundos finais e garantiu o triunfo na partida com 3 a 2 no placar.

O resultado deixa o time alvinegro com uma boa vantagem para vencer pela primeira vez o torneio nacional. Com a vitória, o Corinthians precisa apenas de um empate no jogo da volta para garantir o troféu. A partida será na segunda-feira (12/12), às 19h45 - horário de Brasília -, no Ginásio Poliesportivo Wlamir Marques, no Parque São Jorge.

O jogo

Com apoio da torcida, o Magnus iniciou a partida em ritmo intenso e conseguiu construir uma boa vantagem ainda no primeiro tempo. Charuto e Rodrigo balançaram as redes para o time de Sorocaba, deixando o placar em 2 a 0 para os donos da casa. Foglia ainda perdeu a chance de marcar o primeiro do Corinthians ao errar um tiro-livre.

Na etapa final foi a vez do time alvinegro explorar a velocidade em busca do que parecia improvável: a virada. E tudo começou com o jovem pivô Rocha, que fez um belo gol na partida ao girar em cima de Rodrigo e finalizar tirando do alcance de Tiago.

As pretensões do Corinthians pareciam ir por água abaixo pouco depois do primeiro gol. Após falta em Falcão, Leandro Lino recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de quadra. Apesar da desvantagem numérica, os alvinegros conseguiram segurar a pressão e não tomaram gol.

E veio a virada

Animados com a nova chance de reação, o Corinthians começou a esboçar restando pouco mais de 4 minutos para o fim. Deives aproveitou tiro-livre e deixou tudo igual na partida.

O jogo aberto foi decidido apenas nos segundos finais. O Magnus apostou em adiantar Tiago para tentar surpreender o Corinthians. Porém, um erro na troca de passes foi fatal. A bola sobrou nos pés do experiente Índio, que nem precisou dominar para finalizar da quadra de defesa. Com o gol aberto, a rede balançou e a virada marcou o placar final da partida.